6 Técnicas Que Vão Evoluir Seu Processo de Produção de Conteúdo

Como anda seu processo de criação de conteúdo?

Mesmo que você seja parte de um time completo ou um exército de uma pessoa só, é essencial ter um sistema para transformar ideias em conteúdo. Cada uma das etapas tem um papel fundamental para que o material entregue consiga atrair, influenciar e converter a buyer-persona.

De qualquer modo, ainda acha que seu processo não está entregando 100% do potencial?

Isso significa que ainda há espaço para melhorias.

Já sabemos que um sistema de geração de conteúdo dita as regras e etapas pelas quais profissionais vão passar para desenvolver um material de qualidade. Mesmo assim, é errado achar que basta criar o processo uma vez e segui-lo a risca até o fim dos tempos

Na verdade, um time de conteúdo orientado a resultados precisa sempre buscar maneiras de tornar técnicas, métodos e processos otimizados. Isso pode ser aplicado desde o planejamento da estratégia, a análise dos resultados e ao trabalhar com produção de conteúdo para sites e blogs.

Então, para que seu processo de produção de conteúdo não fique preso na idade da pedra, selecionamos seis técnicas rápidas para melhorar ainda mais a performance do seu método de transformar ideias em conteúdo. Vamos lá?

Documente e facilite o acesso à estratégia de conteúdo

É unânime a importância de um bom planejamento para o sucesso de uma estratégia de conteúdo. Então, por que tantas pessoas ainda limitam o acesso à estas informações tão valiosas?

Não é raro se deparar com processos de conteúdo nos quais informações essenciais, como a persona, jornada de compra e a própria estratégia de conteúdo web não esteja documentada ou compartilhada com todos os envolvidos.

Além de ser um grave problema de gestão, isso gera pequenos obstáculos que, somados, atrapalham todo o processo de produção de conteúdo. Com isso, o produtor gasta tempo solicitando informações básicas e corre o risco de entregar um material diferente do que era esperado no início do planejamento.

Portanto, tenha certeza de que todas as pessoas envolvidas na criação de conteúdo tenham facilidade em consultar o perfil da buyer-persona, suas demandas e objeções, sua jornada de compra e como o conteúdo contribui com a estratégia digital.

Dica: você pode documentar seu processo de geração de conteúdo usando o Notion, uma incrível ferramenta gratuita que ajuda a criar bases de conhecimento para compartilhar com todo seu time!

Use termos de pesquisa do Google Search Console para criar briefings

Nem sempre temos um fluxo contínuo de ideias de conteúdo.

Às vezes, o responsável pelos briefings pode perder minutos e até horas procurando temas relevantes e demandas do mercado para transformar em materiais para web. Então, nada melhor do que responder à uma demanda já existente para acelerar o planejamento de novos conteúdos na sua estratégia digital.

O Google Search Console (antigo Webmaster Tools) é uma ferramenta poderosa e gratuita que permite acompanhar a performance do seu site no motor de busca do Google. Como ele, é possível saber quantas vezes as páginas apareceram nos resultados dos usuários e quantas pessoas clicaram para acessar o conteúdo. Mas os benefícios não param por aí.

A ferramenta também é capaz de exibir quais palavras-chave foram usadas pelos usuários para encontrar seu website. Em certos momentos, as pessoas podem chegar até o conteúdo usando termos que foram mencionados brevemente em um artigo, demonstrando interesse no tema. E caso o assunto não tenha sido explorado em profundidade e haja um bom número de pesquisas na palavra-chave usada, isso pode ser transformado em novas ideias para criação de conteúdo com base nas demandas reais do seu público-alvo.

Apenas para ilustrar, imagine um artigo que fala sobre ferramentas de marketing digital. Uma das ferramentas citadas é o email marketing. Depois de uma análise no Google Search Console, percebe-se que vários usuários chegam ao artigo usando a palavra-chave email marketing, mesmo que a proposta do conteúdo não seja aprofundar o conceito da ferramenta. Se não houver nenhum artigo específico sobre o assunto, é descoberta uma ótima ideia de conteúdo

Dica: adicione aos poucos o uso do Google Search Console no processo de produção de conteúdo digital, incentivando o responsável pelos briefings a fazer relatórios periódicos para adquirir ideias de materiais que podem ser explorados na estratégia.

[Curso]

Google Search Console para Marketing de Conteúdo

Busque adotar ações de SEO durante a produção do conteúdo

Otimização para motores de busca é essencial para qualquer site ou conteúdo publicado na web. Enquanto alguns times de marketing de conteúdo escolhem aplicar as técnicas de SEO em uma etapa individual, executá-las ao longo da criação do material pode acelerar o processo de produção de conteúdo.

Como você já sabe, as etapas de geração de conteúdo podem ser divididas em Planejamento, Produção e Edição. Normalmente as palavras-chave já são definidas no primeiro momento da criação, então é uma boa prática utilizá-la propriamente durante a produção, subtítulos e na definição da estrutura do material. Inclusive a intenção de busca explícita nas palavras-chave podem até direcionar como o assunto será abordado no conteúdo.

Isso pode ser extremamente útil para aumentar as entregas de conteúdo vindas de times pequenos. Afinal, será investido menos tempo na análise do SEO durante a edição do material. É uma maneira de acelerar o processo de produção de conteúdo sem que deixe de entregar bons resultados

Dica: após o planejamento das keywords que serão usadas no conteúdo, busque criar subtítulos usando palavras-chave de cauda longa. Geralmente, elas expressam uma intenção de busca e uma demanda explícita que pode ser usada para atrair visitantes com mais chances de converter.

Gerencie a produção de conteúdo em uma ferramenta de gestão de tarefas

A criação de conteúdo nem sempre é um processo linear. Em determinados momentos, um mesmo profissional pode ser responsável por várias etapas de geração de diferentes materiais.

Sim, estou falando de vocês, profissionais de startups

Diante de tantas tarefas e responsabilidades, confiar apenas na memória não é uma opção. Há quem também opte por planilhas ou documentos para controlar o processo, porém não há nada melhor do que uma ferramenta de gestão de tarefas para controlar a produção de conteúdo para sites e blogs.

Este tipo de ferramenta é usada para registrar todas as etapas envolvidas no processo de geração de conteúdo digital, desde a ideação até a distribuição. Cada uma das etapas se transforma em uma coluna que registra em que momento cada conteúdo se encontra. Assim, o profissional de conteúdo responsável pela etapa consegue avaliar rapidamente as demandas que precisa entregar.

Além do visual permitir acompanhar o processo completo em apenas uma tela, basta clicar e arrastar cada “tarefa” para enviá-la até a próxima etapa. Muito melhor do que atualizar uma planilha ou tentar lembrar se você revisou (ou não) o conteúdo da próxima semana, não acha?

Utilize métodos de gerenciamento de tempo na criação de conteúdo

Quanto tempo você leva para elaborar um briefing de marketing de conteúdo? Ou para transformar o briefing em um conteúdo bruto? Aliás, quantos minutos você investe na revisão de cada material?

Nós sabemos que a vida do profissional de conteúdo é corrida. A melhor maneira de garantir que todas as tarefas planejadas sejam entregues com melhor eficiência é saber quanto tempo investido é investido na produção de cada material.

Usar métodos de gerenciamento de tempo permite descobrir o potencial de produção com os recursos que possui no seu time e explorá-lo a favor da sua estratégia sem comprometer a produtividade. Assim, não serão planejados mais materiais do que seu processo de criação de conteúdo consiga entregar.

Além disso, é interessante registrar o tempo investido em cada tarefa para realizar diagnósticos que podem levar a melhorias no processo. Caso uma ou mais etapas estejam tomando mais tempo do que o esperado, talvez seja interessante verificar se é possível torná-las mais rápidas para reduzir a duração do processo de produção de conteúdo para seu site e blog.

Estabeleça ciclos de PDCA no processo de criação de conteúdo

Falando em melhorias de processo, os ciclos de PDCA podem ser considerados o primeiro passo para quem quer aplicar content hacking no processo de marketing de conteúdo.

Do inglês Plan, Do, Check and Act (Planejar, Fazer, Checar e Agir), o PDCA é um método usado para controlar, solucionar e otimizar diferentes processos dentro de uma empresa. Mesmo que esta ferramenta gerencial seja usada principalmente na administração de um negócio, ela pode fazer maravilhas no processo de produção de conteúdo e marketing digital como um todo.

Em resumo, a ideia é criar iterações periódicas – de preferência, entre uma e duas semanas – com o objetivo de encontrar e solucionar problemas que podem estar impedindo seu processo. Os passos são relativamente simples:

  1. Planejar (Plan): analisar o processo atual, identificar possíveis problemas, estabelecer a meta desejada e criar um plano de ação que será aplicada pelo time. Exemplo: o produtor de conteúdo investe muito tempo na hora de procurar referências para criar materiais;
  2. Fazer (Do): aplicar o plano de ação desenvolvido na primeira etapa, de acordo com o objetivo esperado. Exemplo: para acelerar a entrega do material, a responsabilidade da pesquisa das referências é transferida para o responsável pela criação dos briefings;
  3. Checar (Check): a ação é implantada e então analisada para determinar se o processo alcançou o objetivo esperado. É o momento de coletar os resultados e verificar se houve falhas ou erros no plano de ação. Exemplo: constatou-se que, por estar envolvido no planejamento das pautas, o responsável pelos briefings pode pesquisar referências mais rápido do que o produtor de conteúdo. Mas, com isso, precisa investir mais tempo no desenvolvimento do briefing;
  4. Agir (Act): de acordo com as informações coletadas na etapa anterior, as ações são aplicadas ao processo para garantir que os resultados esperados possam ser replicados ao longo dos próximos ciclos. As ações podem ser corretivas, preventivas ou de melhoria. Exemplo: transfere-se a responsabilidade das referências para o profissional que produz os briefings, diminuindo sua capacidade de entrega porém acelerando o processo em geral.

É claro que este é um grande resumo do que é um ciclo PDCA. Mas, já é possível ver como uma mentalidade focada em crescimento pode ajudar a estabelecer um processo de melhoria contínua.

Se aplicados com frequência, os ciclos PDCA vão ajudar a evoluir o processo de criação de conteúdo para que possa entregar resultados cada vez mais favoráveis ao negócio.

Dica: nos encontros de cada ciclo, busque envolver os membros do time para que possam levantar problemas que perceberam ao longo do processo. Quando os planos de ação forem definidos, comunique as ações a todos os envolvidos para que tenham conhecimento das melhorias aplicadas no processo de conteúdo.

Concluindo: Desenvolva o processo perfeito para seus objetivos

Mesmo que cada empresa estabeleça seu próprio processo de criação de conteúdo, a síntese é a mesma: reunir ideias, elaborar argumentos, direcionar a comunicação, produzir o material e distribuir no canal adequado. O que muda é a maneira como cada time precisa planejar as etapas para que cada conteúdo entregue alcance os resultados desejados.

Portanto, não basta estabelecer um processo e esperar que o time de marketing de conteúdo se adeque à ele. O processo de produção de conteúdo precisa se adequar à estratégia e seus objetivos de negócio. Busque sempre identificar problemas e testar novos métodos para torná-lo mais ágil e efetivo.

E você, já utiliza outra técnica para aumentar a performance na hora de trabalhar com produção de conteúdo para sites e blogs? Use a área de comentários abaixo e compartilhe com outros leitores 🙂