Como gerar tráfego qualificado com menos conteúdo

Como gerar tráfego qualificado com menos conteúdo

 

Se você chegou até este conteúdo, provavelmente já está procurando por maneiras de como gerar tráfego qualificado para seu website usando estratégias de marketing de conteúdo. Meus parabéns! Você já está acima da média e tem noção de que apenas gerar tráfego sem pensar na qualidade não é uma das melhores estratégias para seu negócio.

Mas na hora de falar sobre conteúdo para blog, pequenas empresas e startups chegam a um grande impasse: elas não têm tempo para produzir tantos textos por semana! Então, como aumentar o tráfego orgânico publicando menos conteúdo?

Para ser sincero, não é a quantidade, e sim a qualidade dos visitantes que está diretamente relacionada ao número de leads e vendas que você consegue. Aumentar o tráfego para dezenas de milhares de pageviews não significa necessariamente que uma empresa terá muitas vendas. Bem como ter um tráfego de centenas de usuários interessados no produto pode ser mais que suficiente para garantir o crescimento de um negócio.

Para isso acontecer, você precisa entender como a análise de tráfego pode ser um divisor de águas na sua estratégia de marketing de conteúdo. Por isso, neste conteúdo, vou explicar porque é tão importante avaliar a qualidade do seu tráfego, bem como elencar as principais dicas para você aumentar seu tráfego orgânico publicando menos conteúdo. Vamos lá?

 

 

Por que pensar na qualidade do tráfego?

Quando empresas estabelecem metas como aumentar o tráfego orgânico e o número de visitantes, algumas delas podem esquecer do real objetivo e criar estratégias apenas para crescer o número de visualizações, e nada mais.

Vamos ser honestos: hoje, gerar tráfego no site é relativamente fácil. Usando redes sociais, anúncios, grupos e um pouco de engenharia social, um website pode ir de 0 a 100, 200 e até 500 visitas diárias rapidamente.

O principal problema: número de visitas é uma métrica de vaidade. Como falamos acima, ela não reflete resultados de vendas para o negócio. Apenas criar ações para aumentar o número de visitantes não é suficiente; buscar tráfego qualificado, com real interesse no produto, serviço ou solução oferecida, é a chave do sucesso.

Em alguns cenários, gerar tráfego de má qualidade pode ser prejudicial para os resultados da empresa. Métricas de engajamento no website, como tempo de permanência e a taxa de rejeição, aparentam impactar no ranqueamento orgânico das páginas do seu website.

Isso significa que, se o seu conteúdo não é relevante para o público que acessa o website, seu posicionamento nos motores de busca pode ser prejudicado. Isso é ainda pior com Landing Pages PPC, onde a empresa paga por cliques e a visibilidade dos anúncios é determinada pela qualidade e relevância do conteúdo em relação à palavra-chave escolhida.

 

O que é análise de tráfego?

Como o nome já ajuda a explicar, a análise de tráfego é usada para estudar e extrair informações sobre os visitantes e usuários que chegam até sua página na Internet. Ferramentas gratuitas, como o famoso Google Analytics, permitem saber diversas dados sobre o tráfego do seu site, como origem, número de páginas vistas por sessão, tempo de permanência e taxa de rejeição.

A principal razão para você realizar a análise de tráfego é simples: avaliar a qualidade dos visitantes que chegam até sua página na web. Como falei anteriormente, gerar algumas dezenas de visitantes que estejam realmente interessados é melhor do que atrair milhares de visitas de fontes desqualificadas. Como aumentar o tráfego qualificado auxilia os resultados de geração de leads e oportunidades, a análise do tráfego ajuda a descobrir se as estratégias estão no caminho certo.

 


 

Como gerar tráfego qualificado com menos conteúdo

 

Toda essa conversa sobre aumentar tráfego no site e analisar o perfil dos visitantes nos traz de volta à discussão inicial. Se tenho uma pequena empresa ou uma startup, como vou ter tempo e recursos para produzir tantos conteúdos para gerar tráfego?

A chave para atrair mais visitantes é focar na qualidade do conteúdo. Por isso, o time da Content Hackers selecionou 3 dicas principais que ensinam como gerar tráfego qualificado publicando menos conteúdos. Vamos lá?

 

Use e abuse das palavras-chave de cauda longa

As famosas long tail keywords são as queridinhas dos profissionais de conteúdo. Seu conceito é simples: palavras principais, como marketing de conteúdo, possuem alto nível de pesquisa no Google – mais de 5000 pesquisas/mês. Isso significa que muitas pessoas pesquisam por exatamente este termo de pesquisa.

Nas palavras-chave de cauda longa, é o inverso: há muitas variações que são relacionadas à marketing de conteúdo, como curso de marketing de conteúdo ou o que é marketing de conteúdo. Mesmo que o número de pesquisas/mês seja menor – de 100 a 150, nestes exemplos – um conteúdo que fale sobre este assunto tem mais chance de ser encontrado pelo seu público. Isso porque a dificuldade para ser indexado com palavras de cauda longa é menor, pois a concorrência é geralmente menor e o direcionamento da intenção da pesquisa é melhor.

Vamos explicar: se você vende um software de análise de dados, uma palavra-chave ampla como análise de dados pode não gerar o tráfego que você espera. Em vez disso, seria interessante usar palavras-chave do tipo como fazer análise de dados, dicas para analisar dados ou até software para analisar dados, sempre agregando aos conteúdos a resposta exata à estas requisições.

Acompanhe a performance de conteúdos já publicados

Normalmente, quando produzimos um conteúdo, podemos receber bons visitantes por meio de outras keywords que nem imaginávamos no planejamento do conteúdo. Por isso, ficar de olho em como os visitantes de pesquisa chegam até você é excelente para aumentar seu tráfego. O melhor de tudo é que, às vezes, nem é preciso publicar um novo conteúdo!

A melhor maneira de fazer a análise de tráfego de pesquisa é usando o Google Search Console, uma ferramenta gratuita do Google. Além de ajudar a identificar problemas de indexação, a ferramenta oferece todas as métricas de posicionamento do motor de busca. Isso significa que é possível ver quantas vezes suas páginas apareceram nos resultados de busca de usuários, quantas vezes estes resultados foram clicados, e a partir de qual palavra-chave foram exibidos.

 

 

Por meio desses dados, você pode identificar quais as palavras-chave mais valiosas para a página publicada, bem como descobrir outras oportunidades de melhorar o conteúdo usando outras palavras-chave – como de cauda longa, como falei antes. É possível que um conteúdo que fale sobre como aumentar o engajamento de clientes também esteja trazendo tráfego de palavras como dicas de engajamento de clientes ou como engajar clientes. Em ambos os casos, vale a pena ampliar o conteúdo para atingir e endereçar estes tópicos.

 

Encontre nichos para compartilhar seu conteúdo

É claro que o tráfego de pesquisa não deve ser seu único para gerar visitantes. Pequenas empresas podem ampliar o alcance de suas mensagens criando perfis em redes sociais como Facebook, Instagram, LinkedIn, Pinterest, YouTube, Google Plus, entre outras. Mas não pense apenas em espalhar sua mensagem para o maior número de pessoas. É preciso buscar atingir as pessoas certas em cada um desses canais.

Ter uma página no Facebook para concentrar sua base de seguidores é bom, mas criar discussões em volta de conteúdo publicado por você é melhor. Por isso, procure por grupos com pessoas que possuem interesses relacionados ao seu produto/serviço. Caso seu modelo de negócios seja B2B, o LinkedIn também possui grupos de diversos assuntos que podem estar relacionado ao que você oferece.

Mas lembre-se que, para gerar tráfego qualificado, você precisa participar de discussões valiosas e oferecer um conteúdo complementar. Publicar um conteúdo sem nunca ter interagido com os demais participantes não é bem visto nas redes sociais!

E mais: quando o conteúdo tem relevância com o que é discutido no grupo, com certeza tem potencial para aumentar o tráfego no site. Melhor ainda, os visitantes terão mais chances de gostar, interagir, compartilhar e se transformarem em leads.

 

Como você já deve ter percebido, gerar tráfego qualificado depende não só do conteúdo mas também do seu planejamento e distribuição. Como aumentar o tráfego no site é sempre um tópico prioritário do marketing de conteúdo, empresas acabam se esquecendo deste detalhe. Por isso, vale a pena gastar mais alguns minutos para encontrar novas oportunidades de perguntas que possam ser respondidas com seu conteúdo.

 

E aí, gostou das dicas? Deixe seus comentários abaixo!